O Estado do Acre desenvolveu metodologia própria para contabilizar suas reduções de emissões por meio do desmatamento florestal. O Acre Carbon Standard – ACS, foi na Fase I do Programa REM Acre, a ferramenta utilizada para orientar o programa. O ACS é considerado conservador e possui um nível de referência para a biomassa de carbono (123 TCo2Eq/há) próprio desenvolvido por meio de estudos científicos. As reduções de emissões foram verificadas pelo Comitê Cientifico do SISA.

Dessa forma a contribuição financeira não reembolsável ao SISA foi realizada através de dois contratos na fase I, no valor total de 16 milhões de Euros entre 2012-2015 (no âmbito do contrato REM I) referente a redução de emissões de 4,102 milhões tCO2e e o segundo contrato no valor de 9 milhões de Euros em 2013 (no âmbito do contrato REM II) de 2,47 milhões tCO2e, conforme registro na MARKIT. Os recursos dos dois instrumentos contratuais foram desembolsados em parcelas anuais. AQUI!